Blog

Projetos Sociais


01/12/2017 00:11

 

Esta postagem me fez refletir sobre o nosso caminhar, pois nós que trabalhamos com projetos de interesse público, passamos por momentos desafiadores.

Quando se tem dinheiro ou convênio, tudo fica mais fácil, mas seguir em frente sem recurso financeiro é para os fortes!!

Tem muita gente fazendo o bem em nossa sociedade.

Você tem vontade de contribuir para melhorar sua comunidade, mas não sabe muito bem como começar ou não tem muito tempo disponível? Já pensou em colaborar com projetos e causas sociais em que acredita?

Sugestões:

1. Divulgue o projeto ou a causa nas suas redes sociais e grupos de amigos.

Hoje em dia, todos temos nossa própria audiência, seja no Facebook, Twitter, Instagram, WhatsApp, etc. Muitos projetos e causas não têm recursos para anunciar em jornais, televisão, outdoors e revistas, por exemplo, e contam apenas com a divulgação na internet e com o velho boca-a-boca. Se você gosta do trabalho de uma organização social ou apoia causas específicas, uma maneira simples e rápida de ajudar é divulgando. Compartilhe nas suas redes sociais, por email e rodas de conversa. Conte porque você gosta, porque é importante que mais gente conheça e apoie, apresente aos seus amigos (online ou não), convide as pessoas a curtirem as páginas, as postagens. Quanto mais gente conhecer bons projetos e ações, mais chances deles conseguirem apoio para continuar gerando impacto positivo na vida das pessoas. E você vai fazer parte disso.

2. Compre produtos licenciados ou realizados em parceria com as organizações.

Várias organizações, projetos e causas criam produtos relacionados às suas missões e marcas. Camisas, bonés, canecas, agendas, adesivos… Consuma esses produtos, presenteei seus amigos e sua família com eles. Além de ajudarem a gerar impacto positivo, são itens cheios de significado. Como diria Bela Gil, você pode substituir ostentar uma marca famosa por ostentar uma causa, por exemplo. Que tal?

3. Doe. Invista no projeto.

Causas, movimentos e projetos sociais de maneira geral não têm fins lucrativos, mas dependem, sim, de recursos financeiros para conseguir realizar suas missões. Escolha um valor que caiba no seu bolso e direcione para trabalhos sociais. Pode ser uma única doação ou você pode estabelecer uma quantia para doar de forma recorrente (semanal, mensal, bimestral, etc.) que não comprometa seu orçamento. E não precisa ser muito. Pequenas coisas feitas de maneira constante tem grande impacto, sim. Perceba-se como um investidor. O retorno que você vai obter é ver o projeto que você acredita cumprindo sua função e ajudando as pessoas.

4. Confraternize, celebre! Crie ações para arrecadar fundos.

Uma forma de ajudar com quantias maiores sem tirar do próprio bolso é apostar na colaboração. Afinal, já diria Raul Seixas, sonho que se sonha junto é realidade. Como fazer isso? Alguns exemplos: Vai fazer aniversário? Pede para seus convidados fazerem doações no lugar de te darem presentes. Tem um grupo que paga mensalidade para jogar futebol (ou outra atividade)? Acrescenta um valor na taxa mensal e direciona esse excedente para a organização ou causa; Ou que tal realizar um evento - pode ser festa, desfile, bazar, torneio esportivo, o que a criatividade inventar! - e direcionar parte ou todo o lucro para o projeto?

5. Doe-se! Coloque sua força de trabalho em ação.

Se você tem disponibilidade para dedicar algumas horas da sua vida para o projeto que você acredita, seja voluntário. Pergunte ou pesquise que tipo de atividades a organização que você quer ajudar precisa de uma mãozinha. Você pode se oferecer para fazer coisas relacionadas ao seu trabalho formal ou ao seu hobby. Pode se envolver em (ou mesmo organizar) mutirões relacionados à missão da organização ou da causa que você deseja apoiar.

Quem puder ajudar os nossos projetos, agradecemos muito. Eu teimoso, sou guerreiro, sou valente e sigo em frente.

www.gibiteca.org.br

"Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe!"
(Clarice Lispector)

Outros Artigos