Blog

Instrutor do Senai participa do revezamento


27/06/2016 13:25

A emoção tomou conta do instrutor do Senai de Campo Grande, Ronilço Cruz de Oliveira, mais conhecido como “Ronilço Guerreiro” e que trabalha há 12 anos na entidade, ao participar, neste sábado, do revezamento da Tocha Olímpica pelas principais ruas da Capital. Ele, que gosta de esporte e é assíduo espectador das partidas de voleibol da seleção brasileira, foi um dos 150 condutores escolhidos para carregar o símbolo olímpico na passagem pela cidade.

Radiante em participar desse momento histórico para Campo Grande, Ronilço Guerreiro carregou a Tocha Olímpica por 200 metros em trecho da Avenida Júlio de Castilhos, na região do grande Santo Amaro. “Nunca imaginei que eu poderia participar de um evento desse tipo. Estou muito emocionado e essa experiência ajuda muito no meu dia a dia no trabalho, pois abordo questões motivadoras com os jovens, colocando sempre a importância de não desistir dos sonhos. Essa participação tem um grande significado para os jovens, que é a força e perseverança”, declarou.

O instrutor do Senai disse também que as ações de empreendedorismo social, também trabalhadas em sala de aula, serão fortalecidas a partir de agora, pois foi isto que o levou a ser indicado para conduzir a Tocha Olímpica. Ronilço é envolvido em diversos trabalhos e projetos de cunho social, a maioria voltada ao incentivo à leitura e por conta disso foi escolhido para o evento. 

Para o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, é grande a satisfação de ter um colaborador envolvido em tantas causas. “É enaltecedor termos no nosso quadro alguém de destaque na sociedade e que vai conduzir a tocha. O desejo é que o espírito olímpico sempre paute as ações do profissional e que essa experiência engrandeça cada vez maios os ensinamentos que ele proporciona aos nossos alunos”, declarou.

O gerente do Senai de Campo Grande, Marcos Costa, também ressaltou a alegria de ver um colaborador participar do evento. “Isso nos traz, além da satisfação, a certeza de que nossos colaboradores participam ativamente dos eventos sociais e esportivos, estando integrados neste momento histórico da nossa Capital. É importante destacar e parabenizar o Ronilço pelo seu grande envolvimento social”, afirmou.

Incentivo 

Familiares, amigos e alunos fizeram questão de estar presentes no momento em que Ronilço conduziu a Tocha Olímpica. “É uma honra ser aluna dele e ver que ele representa muito bem a nossa cidade. Ele é uma pessoa entusiasmada com o que faz e consegue transmitir esse entusiasmo para nós”, disse Fabricia Rocha Xavier da Silva, aluna do curso de auxiliar administrativo do Senai na modalidade aprendizagem industrial.

A mãe de Ronilço Guerreiro, Eva Cruz de Oliveira, 73 anos, também compareceu e, emocionada, falou do jeito de ser do filho, que está sempre engajado em causas sociais. “Nós, de certa forma, já estamos até acostumados a passar emoções fortes, porque ele sempre inventa alguma coisa”, disse. O pai dele, José Roberto de Oliveira, 76 anos, puxa para ele a responsabilidade pelo filho gostar de se envolver em projetos sociais e estar sempre ligado a alguma causa. “Isso ele aprendeu comigo, porque eu sempre fui de envolver com projetos”, disse orgulhoso do filho. 

Mas é a irmã dele, Regina Aparecida de Oliveira Maia, a responsável por Ronilço Guerreiro ter sido escolhido para conduzir a Tocha Olímpica, pois ela soube que a instituição financeira estava selecionando perfis de pessoas para indicar para a condução do símbolo dos Jogos Olímpicos e entrou no site para cadastrar o irmão. “Contei todos os detalhes da vida dele, todos os projetos que atua. Fiz tudo sem que soubesse e ele foi selecionado. Para mim é um grande orgulho vê-lo participando de tudo. E toda a família o acompanha, em todas as ações. Somos bem unidos e nos orgulhamos do Ronilço”, declarou.

Fonte: Fiems

Outros Artigos